quinta-feira, 15 de junho de 2017

JESUS PARA O BRASILEIRO


O sentimento do brasileiro por Jesus vai desde um grande respeito , consideração, amor e até temor, a depender da religião a qual a pessoa abraça ou o grau de espiritualidade e entendimento que tem  de tudo o que o envolve. No Brasil, seja evangélico, católico ou espírita, se tem Jesus em alta conta, ou como referência máxima de aperfeiçoamento da alma. O Brasil é um país de grande contingente católico, mesmo aqueles que se dizem “não praticantes” são católicos, pois foram batizados ainda pequenininho, fizeram catecismo, primeira comunhão, etc.  Desta forma, muitos que não praticam religião, tendo sido batizados quando bebês , se dizem católicos ainda, mesmo não praticantes e se sentem em casa quando tem que ir a uma Igreja por Casamento, Missa de Sétimo Dia, etc. Ainda que não pratique a religião, a maioria dos que se iniciaram na orientação cristã pela família, trás por Jesus e por aspectos a ele relativos em seus fundos sentimentos e em seus subconscientes uma consideração bastante fundamentada.  Jesus se torna ponto pacificamente a referência divina inconteste e inegável. Como aqui tratamos de Música Pop, logo, tratamos de música de temática livre. Diferentemente do cantor gospel, que por si só canta músicas que veneram Jesus, Deus, Bíblia ( especialmente o Velho Testamento ), entre outros temas afins, o cantor Pop canta o que lhe der na telha, o que lhe pulsa mais forte no momento da composição, o que mais sente necessidade de pôr pra fora, de desabafar, de responder, de dar satisfação, etc. Desta forma, ninguém obriga um cantor pop para cantar esse ou aquele tema. Ainda assim , temos muitos cantores que mesmo sendo Pop, não presos a obrigações temáticas, em certas canções expressam sentimentos ligados a religiosidade, seja Jesus Cristo, Maria, Santos, etc.  Isso evidencia que Jesus e aspectos que o envolvem religiosamente estão no inconsciente coletivo, estão sedimentados nos corações e almas de muitos brasileiros, que ainda que sendo cantores pop , sem obrigação de cantar isso ou aquilo, expressam espontaneamente sentimentos ligados à religiosidade cristã, demonstrando apego, respeito, e até fé, por que não ? Vejamos algumas músicas de cantores pop brasileiros que por si expressam aspectos cristãos em seus trabalhos.

“Olhando a flor que nasce/No chão daquele que tem amor/Olho no céu e sinto/Crescer a fé no meu Salvador”

Jesus Cristo
Roberto Carlos

Jesus Cristo! Jesus Cristo!/Jesus Cristo eu estou aqui/Jesus Cristo! Jesus Cristo!/Jesus Cristo eu estou aqui/Olho no céu e vejo/Uma nuvem branca/Que vai passando/Olho na terra e vejo/Uma multidão/Que vai caminhando/Como essa nuvem branca/Essa gente não/Sabe aonde vai/Quem poderá dizer/O caminho certo/É você meu Pai.../Jesus Cristo! Jesus Cristo!/Jesus Cristo eu estou aqui/Jesus Cristo! Jesus Cristo!/Jesus Cristo eu estou aqui.../Toda essa multidão/Tem no peito amor/E procura a paz/E apesar de tudo/A esperança não se desfaz.../Olhando a flor que nasce
No chão daquele que tem amor/Olho no céu e sinto/Crescer a fé no meu Salvador/Jesus Cristo! Jesus Cristo!/Jesus Cristo eu estou aqui/Jesus Cristo! Jesus Cristo!/Jesus Cristo eu estou aqui/Em cada esquina vejo/O olhar perdido de um irmão/Em busca do mesmo bem/Nessa direção caminhando vem/É meu desejo ver aumentando sempre/Essa procissão/Para que todos cantem
Na mesma voz essa oração/ Jesus Cristo! Jesus Cristo!/Jesus Cristo eu estou aqui/Jesus Cristo! Jesus Cristo!/Jesus Cristo eu estou aqui/

Aqui com seu autor Benito de Paula

“Quem anda com Deus não tem medo de assombração/Eu ando com Jesus Cristo no meu coração”

Menino de Braçanã
Luís Vieira

É tarde, eu já vou indo/Preciso ir embora, até amanhã/Mamãe, quando eu saí, disse:/- Moleque, não demore em Braçanã//Se eu demoro, mamãezinha tá a me esperar/Pra me castigar/Tá/doido, moço, não faço isso, não/Vou-me embora, vou sem medo da escuridão/Quem anda com Deus não tem medo de assombração/Eu ando com Jesus Cristo no meu coração/Tá doido, moço, não faço isso, não/Vou-me embora, vou sem medo da escuridão/Quem anda com Deus não tem medo de assombração/Eu ando com Jesus Cristo no meu coração


“Livre e sem medo, Jesus, bombom bota pra mim”

É O Eu Sou
Sine Calmon & Morrão Fumegante

É o Eu Sou/O cultivador da semente do amor da vida/Não estou na estrada sozinho/Nenhum passarinho/Vive de bobeira/Não plantam, mas colhem das primícias do verão/Voam o mundo inteiro interpretando a canção/Como boas novas, notícias a chegar/O alfa, o ômega, o início e o fim/Tocha viva acesa, a eternidade tá mim/ Sou doidão pro mundo e me portarei assim/Livre e sem medo, Jesus, bombom bota pra mim



“Tudo que aqui Ele deixou/Não passou e vai sempre existir/Flores nos lugares que pisou/E o caminho certo pra seguir”

O Homem
Roberto Carlos

Um certo dia um homem esteve aqui/Tinha o olhar mais belo que já existiu/Tinha no cantar uma oração./E no falar a mais linda canção que já se ouviu./Sua voz falava só de amor/Todo gesto seu era de amor/E paz, Ele trazia no coração./Ele pelos campos caminhou/Subiu as montanhas e falou do amor maior./Fez a luz brilhar na escuridão/O sol nascer em cada coração que compreendeu/Que além da vida que se tem/Existe uma outra vida além e assim/O renascer, morrer não é o fim./Tudo que aqui Ele deixou/Não passou e vai sempre existir/Flores nos lugares que pisou/E o caminho certo pra seguir/Eu sei que Ele um dia vai voltar/E nos mesmos campos procurar o que plantou./E colher o que de bom nasceu/Chorar pela semente que morreu sem florescer./Mas ainda há tempo de plantar/Fazer dentro de si a flor do bem crescer/Pra Lhe entregar/Quando Ele aqui chegar/Tudo que aqui Ele deixou/Não passou e vai sempre existir/Flores nos lugares que pisou/E o caminho certo pra seguir/Tudo que aqui Ele deixou/Não passou e vai sempre existir/Flores nos lugares que pisou/E o caminho certo pra seguir

“Oh Deus/Será que o Senhor não esta vendo isto/Então porque o Senhor mandou Cristo/Aqui na terra semear amor”


Loucura
Lupicínio Rodrigues

E ai/Eu comecei a cometer loucuras/Era um verdadeiro inferno uma tortura/O que eu sofria com aquele amor//Milhões de diabinhos martelando/Meu pobre coração que agonizando/Já não podia mais ver tanta dor//E ai eu comecei a cantar um verso triste/O mesmo verso que até hoje existe/Da boca triste de um sofredor//Como é que existe alguém/Que ainda tem coragem de dizer/Que os meus versos não contém mensagem/São palavras frias, sem nenhum valor//Oh Deus/Será que o Senhor não esta vendo isto/Então porque o Senhor mandou Cristo/Aqui na terra semear amor/Se quando se tem alguém que ama de verdade/Serve de riso pra humanidade/É um covarde fraco, um sonhador/Se é que hoje tudo está tão diferente/Porque não deixa eu mostrar a esta gente/Que ainda existe o verdadeiro amor/Faça ela voltar de novo pra o meu lado/Eu me sujeito a ser sacrificado/Salvo seu mundo com a minha dor

Aos pés da Santa Cruz/Você se ajoelhou/Em nome de Jesus/Um grande amor você jurou

Aos Pés Da Santa Cruz
João Gilberto
Aos pés da Santa Cruz/Você se ajoelhou/Em nome de Jesus/Um grande amor você jurou/Jurou mais não cumpriu/Fingiu e me enganou/Pra mim você mentiu/Pra Deus você pecou//O coração tem razões/Que a própria razão desconhece/Faz promessas e juras/Depois esquece/Seguindo este princípio/Você também prometeu/Chegou até a jurar/Um grande amor/Mas depois esqueceu

Com Orlando Silva :
Com Baden Powell:
Com Gilberto Gil:
Com Nelson Gonçalves:
Com Joyce:
“Jesus Christ is my Lord, Jesus Christ is my friend/Jesus Christ is my Lord, and Jesus Christ is my friend/Brother”

Tradução:

“Jesus Cristo é o meu Senhor, Jesus Cristo é meu amigo/Jesus Cristo é meu Senhor, Jesus Cristo é meu amigo/Irmão,”

Brother
Jorge Benjor

Brother, Brother, Prepare one more happy way for my Lord/With many love and flowers, and music, and music/Brother, Brother, Prepare one more happy way for my Lord/With many love and flowers, and music, and music/Jesus Christ is my Lord, Jesus Christ is my friend/Jesus Christ is my Lord, and Jesus Christ is my friend/Brother, Brother, Prepare one more happy way for my Lord/With many love and flowers, and music, and music/Brother, Brother, Prepare one more happy way for my Lord/With many love and flowers, and music, and music/Jesus Christ is my/Lord, Jesus Christ is my friend/Jesus Christ is my Lord, and Jesus Christ is my friend/Brother, Brother, Prepare one more happy way for my Lord/With many love and flowers, and music, and music/Brother, Prepare one more happy way for my Lord (sweet Jesus!)/Brother, Prepare one more happy way for my Lord (sweet Jesus!)/Brother, Prepare one more happy way for my Lord/Jesus Christ is my Lord, Jesus Christ is my friend (sweet Jesus!)/Jesus Christ is my Lord, Jesus Christ is my friend (Come body brother!)/Jesus Christ is my Lord, Jesus Christ is my friend…

Tradução

Irmão
Jorge Benjor

Irmão, Irmão, Prepare uma forma mais feliz para o meu Senhor/Com amor e muitas flores e música, e música/Irmão, Irmão, Prepare uma forma mais feliz para o meu Senhor/Com amor e muitas flores e música, e música/Jesus Cristo é o meu Senhor, Jesus Cristo é meu amigo/Jesus Cristo é meu Senhor, Jesus Cristo é meu amigo/Irmão, Irmão,/ Prepare uma forma mais feliz para o meu Senhor/Com amor e muitas flores e música, e música/Irmão, Irmão, Brother,/Brother, Prepare uma forma mais feliz para o meu Senhor/Com amor e muitas flores e música, e música/Jesus Cristo é o meu Senhor, Jesus Cristo é meu amigo/Jesus Cristo é meu Senhor, Jesus Cristo é meu amigo/Irmão, Irmão, Brother, Brother, Prepare uma forma mais feliz para o meu Senhor/Com amor e muitas flores e música, e música/, Irmão, Prepare uma forma mais feliz para o meu Senhor (doce Jesus!)/ Irmão,  Prepare uma forma mais feliz para o meu Senhor (Jesus doce!)/Brother, Prepare uma forma mais feliz para o meu Senhor/Jesus Cristo é o meu Senhor, Jesus Cristo é meu amigo (doce Jesus!)/Jesus Cristo é o meu Senhor, Jesus Cristo é meu amigo (irmão corpo Venha!)/Jesus Cristo é o meu Senhor, Jesus Cristo é meu amigo

“ Foi lá que Cristo me disse/Rapaz, deixe de tolice/Não se deixe amedrontar/Fui eu quem criou a Terra/Enchi o rio fiz a serra/Não deixei nada faltar/Hoje o homem criou asas/E na maioria das casas/Eu também não posso entrar”

 Cidadão
Zé Geraldo

Tá vendo aquele edifício moço?/Ajudei a levantar/Foi um tempo de aflição/Eram quatro condução/Duas pra ir, duas pra voltar//Hoje depois dele pronto/Olho pra cima e fico tonto/Mas me chega um cidadão/E me diz desconfiado, tu tá aí admirado/Ou tá querendo roubar?//Meu domingo tá perdido/Vou pra casa entristecido/Dá vontade de beber/E pra aumentar o meu tédio/Eu nem posso olhar pro prédio/Que eu ajudei a fazer//Tá vendo aquele colégio moço?/Eu também trabalhei lá/Lá eu quase me arrebento/Pus a massa fiz cimento/Ajudei a rebocar/Minha filha inocente/Vem pra mim toda contente/Pai vou me matricular/Mas me diz um cidadão/Criança de pé no chão/Aqui não pode estudar//Esta dor doeu mais forte/Por que que eu deixei o norte/Eu me pus a me dizer/Lá a seca castigava /mas o pouco que eu plantava/Tinha direito a comer/Tá vendo aquela igreja moço?/Onde o padre diz amém/Pus o sino e o badalo/Enchi minha mão de calo/Lá eu trabalhei também/Lá sim valeu a pena/Tem quermesse, tem novena/E o padre me deixa entrar/Foi lá que cristo me disse/Rapaz deixe de tolice/Não se deixe amedrontar/Fui eu quem criou a terra/Enchi o rio fiz a serra/Não deixei nada faltar/Hoje o homem criou asas/E na maioria das casas/Eu também não posso entrar/Fui eu quem criou a terra/Enchi o rio fiz a serra/Não deixei nada faltar/Hoje o homem criou asas/E na maioria das casas/Eu também não posso entrar


“Me magoa, maltrata e quer desculpa/Me retruca, me trai e quer perdão/Me ofende, me fere e não tem culpa/Jesus Cristo, eu não sei quem tem razão”

Opus Dois
Antônio Carlos & Jocáfi

Me magoa, maltrata e quer desculpa/Me retruca, me trai e quer perdão/Me ofende, me fere e não tem culpa/Jesus Cristo, eu não sei quem tem razão/Esse fogo, essa farsa, essa desgraça/Me corrompe e corrói meu coração/Há momentos que eu paro e acho graça/E procuro, e não acho a solução/Você abusou/Tirou partido de mim, abusou/Me corrompe e corrói meu coração/Você abusou/Tirou partido de mim, abusou/Tirou partido de mim, abusou/Tirou partido de mim, abusou/Você abusou/Tirou partido de mim, abusou/Tirou partido de mim, abusou...



“Juro inté pelo Santo Minino/Vige Maria quiôve o queu digo/Si fomintira mi manda um castigo”

Violeiro
Elomar

Vou cantá no canto diprimero/as coisa lá da minha mudernage/qui mi fizero errante e violêro/Eu falo sério e num é vadiagem/E pra você qui agora está mi ovino/Juro inté pelo Santo Minino/Vige Maria quiôve o queu digo/Si fomintira mi manda um castigo//Apois pro cantadô i violeiro/Só há treis coisa nesse mundo vão/Amô, furria, viola, nunca dinheiro/Viola,furria, amô, dinhero não//Cantado di trovas i martelo/Di gabinete, lijêra i moirão/Ai cantado já curri o mundo intero/Já intécantei nas portas di um castelo/Dum rei qui si chamava diJuão/Pode acriditá meu companheiro/Dispois di tê cantado o dia intero/O rei mi disse fica, eu disse não//Si eu tivédivivê obrigado/um dia i antes dêsse dia eu morro/Deus feiz os homi e os bicho tudo fôrro/já vi iscrito no livro sagrado/qui a vida nessa terra é uma passage/Cada um leva um fardo pesado/é um insinamentoqui desde a mudernage/eu trago bem dentro do coração guardado/Tive muita dôdi num tê nada/pensanoquiêsse mundo é tudo tê/mais só dispoisdipená pela istrada/beleza na pobreza é qui vim vê/vim vê na procissão do Louvado-seja/I o assombro das casa abandonada/côrodi cego na porta das igreja/I o êrmo da solidão das istrada//Pispiano tudo do cumêço/eu vô mostrá como faiz um pachola/Qui inforca o pescoço da viola/E revira toda moda pelo avesso/i sem arrepará si é noite ou dia/vai longe cantá o bem da furria/sem um tostão na cuia u cantado/cantaintémorrê o bem do amô.



Nas mensagens que se seguem você poderá encontrar aspectos que evidenciam a visão sustentada por este blog.


 “Senhor,/ fazei-me instrumento da vossa paz”

Oração de São Francisco
Fagner

Senhor,/ fazei-me instrumento da vossa paz/Onde houver ódio, que eu leve o amor/Onde houver ofensa, que eu leve o perdão/Onde houver discórdia, que eu leve a união/Onde houver dúvida, que eu leve a fé/Onde houver erro, que eu leve a verdade/ Onde houver desespero, que eu leve a esperança/Onde houver tristeza, que eu leve a alegria/Onde houver trevas, que eu leve a luz./Ó mestre, fazei que eu procure mais consolar do que ser consolado/ Compreender do que ser compreendido/ Amar que ser amado/Pois, é dando que se recebe/É perdoando que se é perdoado;/E morrendo que se vive/Para a vida eterna

“Enquanto este velho trem atravessa o pantanal/O povo lá em casa espera que eu mande um postal/Dizendo que eu estou muito bem vivo/Rumo a Santa Cruz de La Sierra”
Trem do Pantanal
Almir Sater

Enquanto este velho trem atravessa o pantanal/As estrelas do Cruzeiro fazem um sinal/De que este é o melhor caminho/Pra quem é como eu, mais um fugitivo da guerra/Enquanto este velho trem atravessa o pantanal/O povo lá em casa espera que eu mande um postal/Dizendo que eu estou muito bem vivo/Rumo a Santa Cruz de La Sierra/Enquanto este velho trem atravessa o pantanal/Só meu coração está batendo desigual/Ele agora sabe que o medo viaja também/Sobre todos os trilhos da terra/Rumo a Santa Cruz de La Sierra


“E Então é Natal, a festa Cristã./Do velho e do novo, o amor como um todo”

Então É Natal
Simone

Então é Natal, e o que você fez?/O ano termina, e nasce outra vez./Então é Natal, a festa Cristã./Do velho e do novo, do amor como um todo./Então bom Natal, e um ano novo também./Que seja feliz quem, souber o que é o bem./Então é Natal, pro enfermo e pro são./Pro rico e pro pobre, num só coração./Então bom Natal, pro branco e pro negro./Amarelo e vermelho, pra paz afinal./Então bom Natal, e um ano novo também./Que seja feliz quem, souber o que é o bem./Então é Natal, o que a gente fez?/O ano termina, e começa outra vez.
E Então é Natal, a festa Cristã./Do velho e do novo, o amor como um todo./Então bom Natal, e um ano novo também./Que seja feliz quem, souber o que é o bem./Hare Hama/ Há quem ama/Hare Mama, ha.../Então é Natal, e o que você fez?/O ano termina, e nasce outra vez/Hiroshima, Nagasaki, Mururoa/É Natal, É Natal, É Natal.




“Ele é a esperança perdida/O caminho, a verdade, a luz/Essa força que nos alimenta/Esse homem chamado Jesus”

Esse Homem Chamado Jesus
Gilliard

Quando houver lá no céu uma estrela/Diferente das outras que há/Ofuscante de amor e beleza/É o sinal de que ele virá/Ele é a esperança perdida/O caminho, a verdade, a luz/Essa força que nos alimenta/Esse homem chamado Jesus/Quero ver as crianças nas ruas/Como flores enchendo o jardim/Nos seus olhos o brilho da lua/Despejando esperanças sem fim/Sua voz vai descer das montanhas/Germinando na terra e no mar/Arrancando das nossas entranhas/Esse dom tão divino cantar/Quando o céu explodir em centelhas/E o templo deixar de correr/Ele vem pra contar as ovelhas/E quem sabe não seja você/é preciso colher o seu fruto/Vem plantado em seu coração/Pois na hora maior do tributo/Ele vai chegar feito um ladrão/Quero ver as crianças nas ruas/Como flores enchendo o jardim/Nos seus olhos o brilho da lua
Despejando esperanças sem fim/Sua voz vai descer das montanhas/Germinando na terra e no mar/Arrancando das nossas entranhas/Esse dom tão divino cantar/lálálálálálálálálálálálálálá/lálálálálálálálálálálálálálá/Quero ver as crianças nas ruas/Como flores enchendo o jardim/Nos seus olhos o brilho da lua/Despejando esperanças sem fim/Sua voz vai descer das montanhas/Germinando na terra e no mar/Arrancando das nossas entranhas/Esse dom tão divino cantar/lálálálálálálálálálálálálálá/lálálálálálálálálálálálálálá

Sancta Maria/Sancta/Maria/Mater Dei/Ora, pro nobis/

Ave Maria
Caetano Veloso

Ave Maria, ave/Gratia plena, ave/Dominus tecum/Dominus tecum, tecum/Benedicta tu in mulieribus, tu/Benedictus frutus ventris/tuis Jesu Jesu/Sancta Maria/Sancta/Maria/Mater Dei/Ora, pro nobis/Ora, pro nobis/Pecatoribus/Nunc et in hora, hora/Nunc et in hora, hora/Hora/Mortis, nostra, nostre/Amém




Ave Maria
Caetano Veloso

Cai a tarde tristonha e serena,/em macio e suave langor/Despertando no meu coração/a saudade do primeiro amor!/Um gemido se esvai lá no espaço,/nesta hora de lenta agonia/Quando o sino saudoso murmura/badaladas da “Ave-Maria”!/Sino que tange com mágoa dorida,/recordando sonhos da aurora da vida/Dai-me ao coração paz e harmonia,
na prece da “Ave Maria”!/Cai a tarde tristonha e serena,/em macio e suave langor/Despertando no meu coração/a saudade do primeiro amor!/No alto do campanário/uma cruz simboliza o passado/De um amor que já morreu,/deixando um coração amargurado/Lá no infinito azulado/uma estrela formosa irradia/A mensagem do meu passado/quando o sino tange “Ave Maria”

Até então não foi encontrado vídeo desta música com Caetano Veloso.

Com Carlos José:


Ave Maria do Morro
Eduardo Araújo

Barracão/ de zinco/ sem telhado/ sem pintura//Lá no morro/Barracão /é bangalô/Lá não existe/Felicidade de arranha-céu/Pois quem mora lá no morro/Já vive pertinho do céu/Tem alvorada/ tem passarada/Alvorecer/Sinfonia de pardais/Anunciando/ o anoitecer/E o morro inteiro /no fim do dia/Reza uma prece/ Ave Maria/E o morro inteiro /no fim do dia/Reza uma prece Ave Maria/Ave Maria/Ave/E quando o morro escurece/Elevo a Deus uma prece/Ave Maria.





“Me disseram, porém/Que eu viesse aqui/Pra pedir de romaria e prece/Paz nos desaventos”

Romaria
Renato Teixeira

É de sonho e de pó/O destino de um só/Feito eu perdido/Em pensamentos/Sobre o meu cavalo
É de laço e de nó/De jibeira o jiló/Dessa vida/Cumprida /a só/Sou caipira, Pirapora Nossa/Senhora de/ Aparecida/Ilumina a mina escura e funda/O trem da minha vida/ /O meu pai foi peão/Minha mãe solidão/Meus irmãos/Perderam-se na vida/À custa de aventuras/Descasei, joguei/Investi, desisti/Se há sorte/Eu não sei, nunca vi/Sou caipira, Pirapora Nossa /Senhora de Aparecida/Ilumina a mina escura e funda/O trem da minha vida //Me disseram, porém/Que eu viesse aqui/Pra pedir de romaria e prece/Paz nos desaventos /Como eu não sei rezar/Só queria mostrar/Meu olhar, meu olhar/Meu olhar/Sou caipira, Pirapora/Nossa Senhora de Aparecida/Ilumina a mina escura e funda/O trem da minha vida

“Se eu curvar meu corpo na dor/Me alivia o peso da cruz/Interceda, por mim, minha Mãe/Junto a Jesus//Nossa Senhora, me dê a mão/Cuida do meu coração/Da minha vida, do meu destino”

Nossa Senhora
Roberto Carlos

Cubra-me com seu manto de amor/Guarda-me na paz desse olhar/Cura-me as feridas e a dor/Me faz suportar//Que as pedras do meu caminho/Meus pés suportem pisar/Mesmo ferido de espinhos/Me ajude a passar//Se ficaram mágoas em mim/Mãe, tira do meu coração/E aqueles que eu fiz sofrer/Peço perdão//Se eu curvar meu corpo na dor/Me alivia o peso da cruz/Interceda, por mim, minha Mãe/Junto a Jesus//Nossa Senhora, me dê a mão/Cuida do meu coração/Da minha vida, do meu destino//Nossa Senhora, me dê a mão/Cuida do meu coração/Da minha vida, do meu destino/Do meu caminho, cuida de mim//Sempre que o meu pranto rolar/Ponha, sobre mim, suas mãos/Aumenta minha fé e acalma/O meu coração/Grande é a procissão a pedir/A misericórdia, o perdão/A cura do corpo e pra alma/A salvação//Pobres pecadores, oh, Mãe/Tão necessitados de vós/Santa Mãe de Deus/Tem piedade de nós//De joelhos aos vossos pés/Estendei a nós vossas mãos/Rogai por todos nós, vossos filhos
Meus irmãos//Nossa Senhora, me dê a mão/Cuida do meu coração/Da minha vida, do meu destino


“Ah minha santa aparecida/Vem me abençoar”

O Sonho Se Perdeu
Milton Guedes

A vida era um menino/Menino como eu/Me conta minha vida/Que foi que aconteceu/Será que foi o tempo/que o sonho se perdeu/Por onde você anda/O que te aconteceu/O amor é tão difícil pra gente compreender/De dia que era noite de noite o amanhecer/Ah se eu tivesse uma magia pro tempo adormecer/Pro amor virar poesia e eu nunca mais sofrer/A vida continua meu canto de brincar/Onde é que andava a lua quando eu quis namorar/Ah minha santa aparecida/Vem me abençoar me diz em que poesia/O amor esconde o dom de amar/A vida continua meu canto de brincar/Onde é que andava a lua quando eu quis namorar/Ah minha santa aparecida/Vem me abençoar me diz em que poesia/O amor esconde o dom de amar


Comunhão
Milton Nascimento

Sua barriga me deu a mãe/O pai me deu o seu braço forte/Os seios fartos me deu a mãe/O alimento, a luz, o norte/A vida é boa me diz o pai/A mãe me ensina que ela é bela/O mal não faço eu quero o bem/Na minha casa não entra a solidão/Todo o amor será comunhão/A alegria de pão e o vinho/Você bem pode me dar a mão/Você bem pode me dar carinho//Mulher e homem é o amor/Mais parecido com primavera/É dentro dele que mora a luz//Vida futura no ponto de explodir//Eu quero paz eu não quero guerra/Quero fartura, eu não quero fome
/Quero justiça, não quero ódio/Quero a casa de bom tijolo/Quero a rua de gente boa/Quero a chuva na minha roça/Quero o sol na minha cabeça/Quero a vida, não quero a morte não//Quero o sonho, a fantasia/Quero o amor, e a poesia/Quero cantar, quero companhia/Eu quero sempre a utopia/O homem tem de ser comunhão/A vida tem de ser comunhão/O mundo tem de ser comunhão/A alegria do vinho e o pão/O pão e o vinho enfim repartidos//Sua barriga te deu a mãe/Eu pai te dou o meu amor e sorte/Os seios fartos te deu a mãe/O alimento, a luz, o norte//A vida é boa te digo eu/A mãe ensina que ela é sábia/O mal não faço, eu quero o bem
A nossa casa reflete comunhão

Cálix  Bento
Milton Nascimento

Ó Deus salve o oratório/Ó Deus salve o oratório/Onde Deus fez a morada/Oiá, meu Deus, onde/Deus fez a morada, oiá/Onde mora o calix bento/Onde mora o calix bento/E a hóstia consagrada/Óiá, meu Deus, e a hóstia consagrada, oiá/De Jessé nasceu a vara/De Jessé nasceu a vara/E da vara nasceu a flor/Oiá, meu Deus, da vara nasceu a flor, oiá/E da flor nasceu Maria/E da flor nasceu Maria/De Maria o Salvador/Oiá, meu Deus, de Maria o Salvador, oi


“A verdade é o amor e muita paz/Só seguir aquela cruz e nada mais”

A Cruz
Carlos Dafé

Vamos derrubar/Essa muralha que existe/Entre nós/Parar de dar ouvidos/A quem que nos ver/A sós/Nos amamos/É o que importa/Uma linda melodia/Vai tocar agora/Vem dançar comigo/Essa é a nossa hora/Assim juntinhos/Nosso amor nunca vai embora/Se existe uma barreira/Entre os nossos corações/Não ligue pra essas coisas/O importante somos nós
Ficamos sempre juntos/Deixa quem quiser ficar pra trás/A verdade é o amor e muita paz/Só seguir aquela cruz e nada mais/Se existe uma barreira/Entre os nossos corações/Não ligue pra essas coisas/O importante somos nós/Ficamos sempre juntos/Deixa quem quiser ficar pra trás/A verdade é o amor e muita paz/Só seguir aquela cruz e nada mais/Eu quero ter você/Decide se vem comigo ou não/Por favor se ligue



“Hoje é o dia de Santo Reis/Anda meio esquecido/Mas é o dia da festa/De Santo Rei”"

A Festa do Santos Reis
Tim Maia

Hoje é o dia de Santo Reis/Anda meio esquecido/Mas é o dia da festa/De Santo Reis/Hoje é o dia de Santo Reis/Anda meio esquisito/Mas é o dia da festa/De Santo Reis/Eles chegam tocando
Sanfona e violão/Os pandeiros de fita/Carregam sempre na mão/Eles vão levando/Levando o que pode/Se deixar com eles/Eles levam até os bodes/É os bodes da gente/É os bodes, mééé/É os bodes da gente/É os bodes, mééé//Hoje é o dia de Santo Reis/Hoje é o dia de Santo Reis/Hoje é o dia, hié! hié!/De Santo Reis/Hoje é o dia de Santo Reis/É o dia da festa, hié! Hié !

“Alegria em nome de Cristo/Porque Cristo foi o Rei dos reis”

Folia de Reis
Baiano e Os Novos Caetanos

Ai, andar andei!/Ai, como eu andei!/E aprendi a nova lei:/Alegria em nome da rainha/E folia em nome de rei!/Alegria em nome da rainha/E folia em nome de rei!//Ai, mar marujei!/Ai, eu naveguei!/E aprendi a nova lei:/Se é de terra que fique na areia/O mar bravo só respeita rei!/Se é de terra que fique na areia/O mar bravo só respeita rei!//Ai, voar voei!/Ai, como eu voei!/E aprendi a nova lei:/Alegria em nome das estrelas/E folia em nome de rei!/Alegria em nome das estrelas/E folia em nome de rei!//Ai, eu partirei!/Ai, eu voltarei!/Vou confirmar a nova lei/Alegria em nome de Cristo/Porque Cristo foi o Rei dos reis!/Alegria em nome de Cristo/Porque Cristo foi o Rei dos reis!/Alegria em nome de Cristo/Porque Cristo foi o Rei dos reis!/Alegria em nome de Cristo/Porque Cristo foi o Rei dos reis!



“Porta aberta/Tendo o emblema de uma cruz/Essa porta não se fecha/Contra ela não há queixa/São os braços de Jesus/Porta aberta/Por Jesus de Nazaré/Desvendou-me o bom caminho”

Porta Aberta
Vicente Celestino


Vinha por este mundo sem um teto/Dormia as noites num banco tosco de jardim/Sem ter a proteção de um afeto/Todas as portas estavam fechadas para mim/Mas Deus, que tudo vê e nos consola/Em seu sagrado Templo me acolheu/E, além de me ofertar aquela esmola/Meu destino transformou/ Meu sofrimento acabou/E a minha vida renasceu/Porta aberta/Tendo o emblema de uma cruz/Essa porta não se fecha/Contra ela não há queixa/São os braços de Jesus/Porta aberta/Por Jesus de Nazaré/Desvendou-me o bom caminho/Hoje é meu doce ninho/ Novamente deu-me a fé/Porta aberta/Já não vivo mais ao léu/Porta aberta/Ao transpor-te entrei no céu/Porta aberta/ Nunca mais hei de esquecer/Que és na terra minha luz/És o bem que me conduz/Desde o berço até morrer!

Como diz catolicamente  Roberto Carlos em sua música “Todas as Nossas Senhoras”,  “Todas as nossas senhoras são a mesma mãe de Deus” . São muitas 'Nossas Senhoras', e cada uma delas tem sua história , geralmente sobrenatural, que lhe confere o sentido da existência em sua especificidade ( Veja aqui a história incrível de Nossas Senhora da Penha:  http://www.cruzterrasanta.com.br/historia-de-nossa-senhora-da-penha/28/102/#c  ). É comum católicos recorrerem a santos de sua Igreja e até ter santo de devoção, a quem fazem orações e pedidos, pois crêem que se tornaram milagrosos de Deus junto a Jesus. A música  “Baião da Penha “ expressa um pedido de fé a essa santa, Nossa Senhora da Penha. Aqui então evidenciamos “Baião da Penha” com Luiz Gonzaga, o primeiro a gravá-la,  e também  com Caetano Veloso , e ainda com Gilberto Gil , que a gravou no disco “Fé na Festa”:

Baião da Penha
Caetano Veloso

Demonstrando a minha fé/Vou subir a Penha a pé/Pra fazer minha oração/Vou pedir à padroeira/Numa prece verdadeira/Que proteja o meu baião//Penha! Penha!/Eu vim aqui me ajoelhar/Venha, venha,/Trazer paz para o meu lar.//Nossa Senhora da Penha/Minha voz talvez não tenha/O poder de te exaltar/Mas de bênção padroeira/Pressa gente brasileira/Que quer paz pra trabalhar//Penha, Penha/Eu vim aqui me ajoelhar/Venha, Venha/Trazer paz para o meu lar

Com Luiz Gonzaga:
Com Caetano Veloso:
Com Gilberto Gil:

É algo comum no catolicismo a promessa. O católico pode em vista de alguma dificuldade, necessidade ou desejo fazer uma promessa a algum santo para o qual tenha assim se inclinado, fazendo o seu pedido mediante cumprir uma prenda se atendido. Quando atendido então, o pedinte paga a sua prenda , a promessa , e geralmente aquele santo acaba por se tornar o seu santo de devoção. E se o pedinte vê que aconteceu algo que pleiteava , após uma promessa feita, quem lhe vai convencer de que não foi o santo que lhe ouviu a promessa e o atendeu ? Quem ?!  Em “Salve Nossa Senhora” , Tim Maia relata uma promessa sua atendida Por Nossa Senhora e também por Nosso Senhor do Bonfim, que significa também o Cristo da Cruz. Ao modo de Nossa Senhora e sua diversidade , assim também é com Jesus Cristo, que na fé católica pode ser também diverso segundo uma história própria que lhe confira sua especificidade. ( Veja aqui a história de Nosso Senhor do Bonfim, padroeiro da Bahia : https://pt.wikipedia.org/wiki/Igreja_de_Nosso_Senhor_do_Bonfim  )

Salve Nossa Senhora
Tim Maia

Salve Nossa Senhora/Salve o Nosso Senhor do Bonfim/Atendeu minha promessa/E trouxe Rosinha pra mim//Os anjos dizem amém/Eu canto e rezo também//Salve Nossa Senhora/Salve o Nosso Senhor do Bonfim/Atendeu minha promessa/E trouxe Rosinha pra mim//É procissão, romaria/É sol no céu da Bahia/Salve, salve...


https://www.youtube.com/watch?v=i1ykG4HOUKY&index=162&list=PL2v5fz2-XPLCG8v2oiYkjoRJ0ocLabvtk


Nossa Senhora Aparecida é a santa padroeira ( protetora ) do Brasil; assim definida pela Igreja Católica desde a ocorrência da sua aparição. Veja aqui a incrível história desta aparição:  https://pt.wikipedia.org/wiki/Nossa_Senhora_da_Concei%C3%A7%C3%A3o_Aparecida  .
Tendo assim ocorrido, de fato é algo mesmo carregado de espantosa sobrenaturalidade. Em seguida, a música do cancioneiro da MPB que é a mais conhecida que lhe rende reverência, Romaria, de Renato Teixeira:


" Sou caipira, Pirapora Nossa/Senhora de Aparecida/Ilumina a mina escura e funda/O trem da minha vida/ "

Romaria
Renato Teixeira

É de sonho e de pó, o destino de um só/Feito eu perdido em pensamentos/Sobre o meu cavalo/É de laço e de nó, de gibeira o jiló/Dessa vida cumprida a só//Sou caipira, Pirapora nossa
Senhora de Aparecida/Ilumina a mina escura e funda/O trem da minha vida/Sou caipira, Pirapora Nossa/Senhora de Aparecida/Ilumina a mina escura e funda/O trem da minha vida//O meu pai foi peão, minha mãe, solidão/Meus irmãos perderam-se na vida/Em busca de aventuras/Descasei, joguei, investi, desisti/Se há sorte eu não sei, nunca vi//Sou caipira, Pirapora Nossa/Senhora de Aparecida/Ilumina a mina escura e funda/O trem da minha vida/Sou caipira, Pirapora Nossa/Senhora de Aparecida/Ilumina a mina escura e funda/O trem da minha vida//Me disseram, porém, que eu viesse aqui
Pra pedir em romaria e prece/Paz nos desaventos/Como eu não sei rezar, só queria mostrar/Meu olhar, meu olhar, meu olhar//Sou caipira, Pirapora Nossa/Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda/O trem da minha vida/Sou caipira, Pirapora Nossa/Senhora de Aparecida/Ilumina a mina escura e funda/O trem da minha vida


https://www.youtube.com/watch?v=gMXsho5hwiM&index=165&list=PL2v5fz2-XPLCG8v2oiYkjoRJ0ocLabvtk



Na música Flor D'água, da Banda de Pau e Corda, se vê um exemplo de veneração dada à padroeira do Brasil, pelo que demonstra respeitosa importância à sua data, sendo a data em que o eu-poético escolhe para casar com a sua amada: 


"Hei de casar com Maria/Na festa da Padroeira/Deixar morrendo de inveja/As moças namoradeiras" 
Flor D'Água
Banda de Pau e Corda
  
Maria tomando banho/Nas águas claras do rio/Seu corpo jovem moreno/Não sente o rigor do frio//Boiando a flor d'água vai/Embalando os sonhos seus/E eu olhando alimentando/Os sonhos que são bem meus//Hei de casar com Maria/Na festa da Padroeira/Deixar morrendo de inveja/As moças namoradeiras //Já vejo o corpo moreno/De rendas brancas vestido/E botões de laranjeira/Pondo o cabelo florido//Maria, minha Maria/Vou dar-te tudo que tenho/Meus canaviais tão lindos/Minha senhora de engenho//Hei de casar com Maria/Na festa da Padroeira/Deixar morrendo de inveja/As moças namoradeiras 

https://www.youtube.com/watch?v=ku25b3EQKmI&index=166&list=PL2v5fz2-XPLCG8v2oiYkjoRJ0ocLabvtk




Nenhum comentário:

Postar um comentário